Sábado, 21 de Maio de 2022
27°

Tempo aberto

Campo Verde - MT

Tecnologia São Paulo

Programa Centelha recebeu inscrição de mais de 500 ideias inovadoras em SP

Finep e FAPESP destinarão R$ 4 milhões para estimular o empreendedorismo; projetos selecionados serão divulgados em maio de 2022

20/12/2021 às 15h35
Por: Redação Fonte: Secom Estado de São Paulo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo

A 2ª edição do Programa Centelha no Estado de São Paulo recebeu a inscrição de 571 ideias inovadoras. O prazo para inscrição na fase 1 do programa, que teve adesão da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e tem o objetivo de apoiar a geração de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura do empreendedorismo entre jovens de todo o país, terminou em 14 de dezembro.

“Esta primeira participação da FAPESP no Centelha trouxe uma série de desafios e diferentes ajustes foram necessários. O resultado final traduz o empenho de todos os envolvidos. O sucesso no desenvolvimento dos projetos aprovados será agora a próxima etapa relevante para melhor entendermos o potencial dessa importante parceria”, afirma Luiz Eugênio Mello, diretor científico da FAPESP.

A próxima etapa da chamada envolverá avaliação de cada projeto por dois especialistas, com comprovada capacidade técnica e de mercado, considerando três critérios: problema ou oportunidade de mercado, potencial inovador e equipe. Os projetos selecionados serão divulgados em maio de 2022.

Depois, virão a fase 2, com a construção pelas equipes selecionadas de um Projeto de Empreendimento, e a fase 3, de elaboração de um Projeto de Fomento. Ao longo das etapas, os empreendedores recebem capacitação para aprimorar os projetos inovadores, além de suporte e feedback dos avaliadores.

Em São Paulo, os 50 melhores projetos selecionados na fase 3 passarão à etapa de abertura da empresa e contratação do projeto, e o empreendedor passará a contar com um fomento de R$ 80 mil (divididos entre a FAPESP e a Finep) para implementar a inovação. Adicionalmente, poderão receber uma bolsa financiada pelo Sebrae.

A iniciativa, que está sendo implementada em 26 estados, foi criada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI.

Ao todo, o programa terá em São Paulo a destinação de R$ 4 milhões em recursos, divididos pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT/Finep e pela FAPESP.

Perfil dos inscritos

No Estado de São Paulo, os 571 projetos inscritos reúnem equipes com um total de 1.399 pessoas em 115 cidades. Na maioria, os integrantes têm entre 25 anos e 50 anos (74,6%), são do sexo masculino (69,5%) e são graduados ou pós-graduados (91,7%).

Em relação à temática das ideias apresentadas, destacam-se: tecnologia social (26,6%), inteligência artificial e machine learning (11,2%) e tecnologia da informação e telecom (9,6%).

De acordo com Patrícia Tedeschi, gerente de Pesquisa para Inovação da FAPESP, o perfil dos inscritos confirmou a expectativa de ter, por exemplo, propostas principalmente de graduados e pós-graduados. “Mas surpreendeu a abrangência que conseguimos no Estado. Recebemos ideias de todas as regiões.”

Ela citou também o fato de que, em São Paulo, os projetos selecionados na fase 3 do Programa Centelha poderão ser elegíveis para o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas [PIPE], garantindo a continuidade das pesquisas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários